Memorial do Verdão

A Bola Histórica

É assim que ficou conhecida a bola que rolou no gramado naquele dia 11 de março de 1951, na final do Campeonato Paulista da 2ª divisão, quando o Radium derrotou o Botafogo de Ribeirão Preto por 2 X 1 e subiu para a Primeira Divisão do Estadual. Naquele jogo o Verdão atuou com Brazão, Aguinaldo, Jorge, Baía, Olegário, Stacys, Bagunça, James, Alipio, Silas e Ary. Os dois jogadores Radiúnicos que conseguiram balançar as rede do goleiro Rafael foram Silas e James. O mais estranho desse episódio é que a bola está guardada no Museu Histórico de Mococa, mas a Taça está desaparecida. 

Sócio Contribuinte

No início da década de 80, todo torcedor sócio-contribuinte, recebia uma carteirinha como esta abaixo, e de acordo com o pagamento das mensalidades no valor de CR$ 500,00 recebiam também um bilhete para concorrer a prêmios em dinheiro, que corriam pela Loteria Federal. Podemos ver também abaixo dois exemplares de ingressos dos jogos do Verdão nos anos 90.

A Revista Histórica

Publicada em julho de 1996, pelo pesquisador Marcos Eduardo Santoni, essa é sem dúvida, uma das maiores e melhores fontes de pesquisa sobre os primeiros 77 anos de história do Radium Futebol Clube. Essa revista serviu como base para o desenvolvimento deste Web Site. O mesmo autor lançou nos anos 2000 o livro "Radium o Verdão da Mogiana", uma espécie de edição atualizada desta revista. Estas obras estão esgotadas e se tornaram verdadeiras raridades no meio esportivo.   Obrigado Santoni!

A Revista sobre os 77 anos do Radium Futebol Clube, e o Livro com tdo o histórico do clube até o ano 2003.